O Cafézinho de Todo Dia

Os primeiros registros indicam que o cafeeiro seja originário da Etiópia, e então se espalhou pelo mundo a partir do século XVII através das colônias européias.

O café, obtido através das sementes do arbusto cafeeiro e que atualmente se conhece cerca de 103 espécies, cultivado em países tropicais, ao qual o Brasil é o maior produtor e exportador mundial (representou cerca de 30% das exportações em 2015), é uma bebida estimulante servida tradicionalmente quente.

Figura 1 - Cafeeiro
A cafeína, um dos componentes do café, atua sobre o sistema nervoso central e no metabolismo basal, além disso, aumenta a produção de suco gástrico. Também é um poderoso antídoto à depressão respiratória em consequência de intoxicação por drogas como morfina e barbitúricos. Estudos mostraram que o consumo moderado de café diariamente pode diminuir ataques cardíacos e melhorar a memória, por outro lado, se em excesso pode causar irritabilidade, ansiedade, dor de cabeça e insônia. Em algumas espécies de plantas a substancia é usada como um pesticida natural fazendo com que os insetos que a consomem fiquem paralizados.

Dados Estatísticos

Segundo a Revista Indicadores da Agropecuária n°11 de 2018, a área plantada em hectares em produção de café no Norte caiu em 2014 de 90.381 para 64.789 (set2018), no Centro Oeste de 26.252 para 16.562, no Sudeste de 1.640.790 (2014) para 1.606.071 (set2018), no Sul (2014) houve um pequeno aumento de 33.251 para 37.500 hectares.

Hectare de área plantada - Fonte: Conab

Apesar da queda no número de hectares verificamos que a produtividade aumentou em sacas/hectare.
Produtividade em sacas por hectare - Fonte: Conab

A produção de café subiu de 43.342 sacas em 2014 para 59.906 em 2018 (até setembro).
Produção de café (em sacas) - Fonte: Conab

Segundo a ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café) em 2000 o mercado interno brasileiro consumia cerca de 13 milhões de sacas de café por ano, em 2017 passou para cerca de 22 milhões.

Fonte: ABIC

Considerando apenas café torrado e moído, segundo a ABIC, em levantamento de Novembro 2016 à Outubro de 2017, foi identificado que dos 355 associados, 10 empresas foram responsáveis por 77% (886.264 sacas) da produção de café.

Em 2016, o Brasil teve uma receita de 5.5 Bilhões de dólares, sendo a commodity com participação de 6.4% do agronegócio, representando 34.64% da produção mundial.

Os tipos de café mais produzidos no Brasil são Arábica e Robusta (também conhecido como Conillon).



Conheça mais sobre o café

Museu do Café - inaugurado em 1988, em Santos - SP, o Museu ajuda a preservar a história do produto e o visitante pode degustar ou levar os mais variados tipos de café.

Clube do café ? - para aqueles que desejam experimentar os mais variados tipos de café ou mesmo preparar, há diversos sites que disponbilizam o serviço de entrega do café em casa, dê uma olhada.

Fontes
http://abic.com.br 
http://wikipedia.org
https://www.noticiasagricolas.com.br/cotacoes/cafe
https://www.conab.gov.br/info-agro/precos/revista-indicadores-da-agropecuaria
https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/noticia/2016/10/8-fatos-cientificos-que-todo-apaixonado-por-cafe-deveria-saber.html
https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/40232426/outubro-de-2018-bate-recorde-mundial-de-exportacao-mensal-de-cafe-ao-atingir-volume-de-105-milhoes-de-sacas